‘House of the Dragon’ pode sofrer atrasos devido a refilmagens

A segunda temporada de ‘House of the Dragon’ (‘A Casa do Dragão’) foi uma das poucas produções que não passou pela greve de atores e roteiristas de Hollywood.

Quando o evento ocorreu, os roteiros já estavam finalizados e os artistas seguiam o estatuto do sindicato britânico. Esses dois fatores somados proporcionaram uma grande vantagem para as filmagens.

Porém, tudo mudou quando os diretores perceberam que continuar a contar essa saga épica sobre rainhas, traições, combates e dragões não seria assim tão fácil como eles pensavam.

Refilmagens de ‘House of the Dragon’ apresentaram problemas

Refilmagens costumam ser complexas de se fazer e não é de se estranhar que alguns problemas aconteçam durante o processo.

Geralmente, este recurso é utilizado para resolver pendências detectadas ainda na fase de pós-produção.

Entretanto, em ‘House of the Dragon’ os problemas se mostraram demasiados e tudo indica que tal nível de pendências não era esperado.

Isso obrigou a equipe técnica a tomar algumas medidas para resolver de vez a situação. Assim, as refilmagens inciaram em fevereiro no Reino Unido, no Leavesden Studios.

Esperava-se que todas as tomadas necessárias fossem concluídas em duas ou três semanas, mas o site Redanian Intelligence revelou que as regravações vão se estender até, no mínimo, 15 de março.

Até o momento, nenhuma causa explícita foi revelada para tamanho atraso, mas ficou claro que alguma coisa não está ocorrendo como deveria.

Alguns especialistas especulam que é provável que a adaptação de cenas esteja consumindo muito tempo, já que alguns takes costumam funcionar melhor no papel que na vida real.

A greve dos roteiristas já citada também impediu que os textos recebessem alterações enquanto as filmagens aconteciam.

Por ora, o público deseja saber se isso afetará a data estipulada para o lançamento da segunda temporada, que ficou definida para meados de 2024, pela HBO.

Infelizmente, teremos que esperar mais tempo para descobrir o desfecho dos conflitos iniciados ao fim da primeira parte, marcado pelo entronamento de Aegon II Targaryen e a morte do filho de Rhaenyra Targaryen, Lucerys Velaryon.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *